Cravinas

Dianthus caryophyllus

1.50

0 out of 5

Planta perene que gosta de solos bem drenados. Tolera a poluição atmosférica e a exposição solar e marítima. De aroma suave e doce, tradicionalmente é utilizada como calmante e para o tratar de doenças coronárias. Considera-se que a flor tenha propriedades antiespasmódica, diaforética, cardiotónico. Na China é utilizada como vermífuga. Atrai insetos úteis.


Envio de plantas através da loja-online apenas disponível para Portugal continental. Para Açores e Madeira, por favor contacte-nos.

Esgotado

Descrição

Nome vulgar:

Cravinas, craveiro, cravos-dos-poetas, cravinas-dos-jardins (ENG: Carnation, gillyflower, clove pink)

Família:

Caryophyllaceae

Nome científico:

Dianthus caryophyllus

Origem:

Europa Ocidental

Habitat:

Campos, fendas de rochas e matos xerofílicos (locais secos).

Ciclo de Vida:

Perene

Preferências de cultivo:

Solo bem drenado, adapta-se bem ao pH dos solos (salinos e alcalinos). Tolera a poluição atmosférica e a exposição marítima. Exposição solar e tolera temperaturas até cerca de -10ºC. Em climas húmidos pode ganhar fungos.

Forma de propagação:

Sementeira – as sementes germinam entre 2 a 3 semanas se a temperatura rondar 15ºC. A plantação nos locais permanentes deverá ser realizada pelos finais da primavera ou ínicio do verão, depois das últimas geadas.

Características ornamentais:

Floração de Julho a Agosto. H: 0,4 m, ᴓ 0,2m

Descrição dos cheiros e sabores:

Aroma suave e doce.

 

Propriedades das Cravinas

Medicinal:

Estimulante. Na Europa, é prescrito, tradicionalmente, como calmante e para o tratar de doenças coronárias. Considera-se que a flor tenha propriedades antiespasmódica, diaforética, cardiotónico. Na China é utilizada como vermífuga.

Contra-indicações/ Efeitos secundários:

Não são conhecidos.

Poda:

Devem ser feitos cortes por volta de Junho/Julho e depois da floração.

Partes utilizadas:

Flores e folhas.

Benefícios na agricultura:

Atrai polinizadores.

Curiosidades:

Na perfumaria são necessários 500kg de flor para extrair 100g de óleo essencial.


Fontes:
Bown, D. (1995) The Royal Horticultural Society – Encyclopedia of Herbs & Their Uses, London, Dorling Kindersley
Cunha, P., Ribeiro, J., Roque, O. (2009) Plantas Aromáticas em Portugal Caracterização e Utilizações, 2ªed., Lisboa, Fundação Calouste Gulbenkian
Plants for a future, 1996-2013, Plants for a Future, www.pfaf.org, julho 2013

Notas:
O Cantinho das Aromáticas não se responsabiliza por nenhum efeito adverso do uso da planta.
Deve sempre consultar um profissional antes de utilizar a planta para fins medicinais!
Imagem meramente ilustrativa. O estado de desenvolvimento da planta encomendada poderá não corresponder à imagem, sendo que o porte da mesma poderá variar com a espécie e com época do ano. Vaso 9, 10, 12 ou 14

Informação adicional

Peso 600 g

Reviews

There are no reviews yet!

Be the first to write a review

Delivery and Returns Content description.