Calêndula

Calendula officinalis

1.50

0 out of 5

As flores e folhas são comestíveis em saladas. Potente anti-inflamatório, cicatrizante e calmante da pele queimada e irritada. Uma infusão forte é boa para lavar os olhos inflamados.


Envio de plantas através da loja-online apenas disponível para Portugal continental. Para Açores e Madeira, por favor contacte-nos.

Descrição

Nome vulgar:

Calêndula, margarida, malmequer, maravilha-do-jardim, maravilhas, calêndula-hortense, boas-noites, maravilhas-hortenses, maravilhas-dos-jardins (ENG: Pot Marigold, ruddles, common marigold, garden marigold, english marigold, scottish marigold).

Família:

Asteraceae

Nome científico:

Calendula officinalis

Origem:

Sul da Europa.

Habitat:

Solos aráveis.

Ciclo de Vida:

Anual

Preferências de cultivo:

Solos bem-drenados, melhor floração quando cresce em solos pobres, exposição solar, as flores são sensíveis às variações de temperatura e humidade – fechando quando está escuro ou chove.

Forma de propagação:

Sementeira – as sementes amadurecem de Agosto a Novembro, a sementeira deve ser feita pelo início do verão e em Setembro. As sementes germinam melhor no escuro e, normalmente, dentro de uma a duas semanas com a temperaturas a rondar os 21ºC.

Características ornamentais:

Floração de Junho a Novembro. H: 0,6m, ᴓ 0,3m

Descrição dos cheiros e sabores:

Sabor: quando as folhas são consumidas cruas têm um sabor, inicialmente, doce e viscoso, seguido de um sabor forte penetrante a sal.

 

Propriedades da Calêndula

Medicinal:

Muito popular no uso doméstico. Aplica-se nos problemas de pele, nas mordidas, ferrões, ferimentos e varizes. Tem propriedades desintoxicantes, trata febres e infeções crónicas.

Condimentar:

As flores são comestíveis. As pétalas frescas são cortadas e adicionadas às saladas. As pétalas secas têm um sabor mais concentrado e são usadas nas sopas e nos bolos. A cor amarela das pétalas substitui o açafrão sendo, portanto, utilizada como corante alimentar do arroz e das sopas.

Infusão:

Aquecer a temperatura até cerca de 85ºC, deixar 3g/L em infusão durante 5 minutos, coar e servir.

Outro:

As flores são utilizadas na cosmética.

Observações:

Atenção: pode causar dermatites, irritações e erupções da pele a pessoas mais sensíveis e alergias alérgicos a plantas da família das margaridas.

Partes utilizadas:

Flores e folhas.

Benefícios na agricultura:

Repelente, reduz uma grande parte da população de anguílula. Atraente de polinizadores.

Curiosidades:

Os egípcios, gregos, hindus e árabes cultivavam a planta para usos medicinais desde o séc. XII.


Fontes:
Bown, D. (1995) The Royal Horticultural Society – Encyclopedia of Herbs & Their Uses, London, Dorling Kindersley
Cunha, P., Silva, A., Roque, O. (2012) Plantas e produtos vegetais em Fitoterapia, 4ª ed, Lisboa, Fundação Calouste Gulbenkian
Cunha, P., Roque, O. (2011) Plantas Medicinais da Farmacopeia Portuguesa, 2ªed, Lisboa, Fundação Calouste Gulbenkian
Cunha, P., Roque, O., Gapar, N. (2013) Cultura e Utilização das Plantas Medicinais e Aromáticas, 2ªed, Lisboa, Fundação Calouste Gulbenkian
Cunha, P., Ribeiro, J., Roque, O. (2009) Plantas Aromáticas em Portugal Caracterização e Utilizações, 2ªed., Lisboa, Fundação Calouste Gulbenkian
Plants for a future, 1996-2013, Plants for a Future, www.pfaf.org, julho 2013

Notas:
O Cantinho das Aromáticas não se responsabiliza por nenhum efeito adverso do uso da planta. Deve sempre consultar um profissional antes de utilizar a planta para fins medicinais!
Imagem meramente ilustrativa. O estado de desenvolvimento da planta encomendada poderá não corresponder à imagem, sendo que o porte da mesma poderá variar com a espécie e com época do ano. Vaso 9, 10, 12 ou 14

Informação adicional

Peso 600 g

Reviews

There are no reviews yet!

Be the first to write a review

Delivery and Returns Content description.