Aipo
  • Aipo

Aipo

1.50

Utilizado como condimento em sopas, estufados, guisados e molhos para saladas; Os frutos moídos, misturados com outras ervas (estragão) constituem o “sal de aipo”, usado como substituto do sal. Ação antioxidante e depurativa do sangue.


Ciclo: Bienal
Exposição: Sol/meia-sombra
Água: q.b.
h: 0,6m
ø: 0,3m


Envio de plantas através da loja-online apenas disponível para Portugal continental. Para Açores e Madeira, por favor contacte-nos.

Descrição

Nome vulgar:

Aipo, aipo-de-talos, aipo-dos-charcos, aipo-dos-pântanos, aipo-inculto, aipo-rábano, aipo-silvestre, salsa do monte (ENG: Celery).

Família:

Apiaceae

Nome científico:

Apium graveolens var. silvestre

Origem:

Europa Ocidental

Habitat:

Planta herbácea bienal ou perene da Europa Ocidental. O aipo-bravo aparece em solos salgados do litoral mediterrânico e atlântico em lugares húmidos e pantanosos. Aparece, principalmente no litoral do Continente.

Ciclo de Vida:

Bienal

Preferências de cultivo:

Clima temperado, solo argiloso, húmido, profundo, bem-drenado, pouco ácido e rico em nutrientes

Características ornamentais:

Floração de junho a agosto. H: 0,4 m, ᴓ 0,5m

Descrição dos aromas e sabores:

Duradouro, quente e doce.

 

Propriedades do Aipo

Medicinais:

Possui propriedades antioxidantes, é um estimulante de apetite, depurativo do sangue, digestivo e levemente laxante.  Os frutos e raízes são usados principalmente para insuficiências renais. Uso externo: Possui acção cicatrizante.

Condimentares:

Utilizada em saladas cruas , sopas, cozidos, ensopados, molhos e maioneses.

Partes utilizadas:

Parte aérea; Sementes.

Colheita:

Colheita aproximadamente, 4 meses após a plantação.

Curiosidades:

Os romanos tinham uma relação ambígua com o aipo. Por um lado, acreditavam que podia trazer azar. Por outro, acreditavam que tinha poderes afrodisíacos. Actualmente, essa propriedade não é atribuída à planta, porém, crê-se que tenha sido a origem do ditado popular francês “o aipo dá vigor ao marido cansado”.


Fontes:
Bown, D. (1995) The Royal Horticultural Society – Encyclopedia of Herbs & Their Uses, London, Dorling Kindersley
Cunha, P., Silva, A., Roque, O. (2012) Plantas e produtos vegetais em Fitoterapia, 4ª ed, Lisboa, Fundação Calouste Gulbenkian
Cunha, P., Ribeiro, J., Roque, O. (2009) Plantas Aromáticas em Portugal Caracterização e Utilizações, 2ªed., Lisboa, Fundação Calouste Gulbenkian
Plants for a future, 1996-2013, Plants for a Future, www.pfaf.org, agosto 2013

Notas:
O Cantinho das Aromáticas não se responsabiliza por nenhum efeito adverso do uso da planta.
Deve sempre consultar um profissional antes de utilizar a planta para fins medicinais!

Imagem meramente ilustrativa. O estado de desenvolvimento da planta encomendada poderá não corresponder à imagem, sendo que o porte da mesma poderá variar com a espécie e com época do ano.

Informação adicional

Peso600 g
Marca

Categoria

Planta em vaso

Tamanhos

Vaso 10

Avaliações

Ainda não há avaliações!

Seja o primeiro a fazer uma avaliação

Delivery and Returns Content description.

Complete the collection

Entregas em 24 a 48 horas.
Receba a sua encomenda em menos de 2 dias

Portes grátis > 40,00 €.
Em encomendas com valor superior a 40,00 € para Portugal Continental oferecemos o envio.

Compras seguras.
Todas as transações são encriptadas, para sua segurança

Apoio ao cliente.
Das 9h às 18h, pode contactar-nos através dos meios disponíveis.