• Brevemente vamos lançar novos workshops! Esteja atento(a)!

  • Já espreitou as últimas publicações do blog? Clique aqui!!

Produtos » Livros » Biologia e Natureza » Árvores do Parque Nacional da Peneda-Gerês

Árvores do Parque Nacional da Peneda-Gerês

Árvores do Parque Nacional da Peneda-Gerês

27.00

0 de 5

Árvores do Parque Nacional da Peneda-Gerês resulta da selecção de milhares de registos dos exemplares que, pela sua idade, porte e maior raridade, se encontram os mais representativos da vegetação arbórea desta área protegida.

Esgotado

Descrição do Produto

Árvores do Parque Nacional da Peneda-Gerês foi idealizado para ser mais do que um guia das árvores autóctones do Parque Nacional da Peneda-Gerês, este livro resulta da selecção de milhares de registos fotográficos em que o autor privilegiou os exemplares que, pela sua idade, porte e maior raridade, se encontram os mais representativos da vegetação arbórea desta área protegida. Vales profundos e encostas a cotas elevada, locais recônditos do Parque Nacional, foram insistentemente percorridos nos últimos quatro anos, de modo a permitir a edição deste livros em 2011, ano em que se assinala o 40º aniversário do único parque nacional português. Para as situar no espaço e no tempo, a descrição das espécies nativas é antecedida por uma introdução, na qual se apresentam os diversos tipos de bosque naturais em que elas ocorrem, nomeadamente os carvalhais.

Árvores do Parque Nacional da Peneda-Gerês é também um contributo para a preservação da vida selvagem deste espaço natural, na medida em que valoriza verdadeiros ícones vivos do seu património, alertando por outro lado, para os efeitos devastadores dos fogos que tornam cada vez mais rara a ocorrência de árvores grandiosas como são os teixos e os azevinhos seculares retratados neste livro. Os carvalhais, os azerais ou os núcleos reliquiais de pinheiros-silvestres, estes últimos, perdidos na imensidão inóspita do interior da Serra do Gerês, são algumas das manchas florestais residuais, testemunhos do que resta de uma vegetação pristina, que a pressão das chamas – entre outros factores, resultantes da intervenção humana – foi alterando, reduzindo e fragmentando.

Esta edição também se associa ao Ano Internacional das Florestas, que em 2011 se promove.


Características Detalhadas

Autor: Miguel Dantas da Gama
Prefácio e Revisão do Texto da Introdução: João Pradinho Honrado
Design Gráfico: Cristina Dordio
Edição: Canhões de Pedra e FAPAS (1ª edi. 2011)

Informação adicional

Peso 1900 g

Reviews

There are no reviews yet!

Be the first to write a review

*